Vencido pela paciência de Deus

A vida do venerável Queriolet, contemporâneo de S. Vicente de Paulo, é a mais bela prova da paciência de Deus com o pecador. Até aos trinta anos, esta alma impetuosa vivera numa contínua alternativa de confissões e pecados.
Depois, possuído de um ódio satânico contra Jesus Cristo, partiu para Constantinopla para se fazer maometano. Num bosque da Alemanha foi assaltado por assassinos que, depois de matarem seus dois companheiros, queriam acabar com ele também. Diante da morte iminente, Queriolet fez voto a Nossa Senhora de converter-se se ela o livrasse dos assassinos. Ela o livrou, mas ele não se converteu e, não tendo podido fazer-se maometano, fez-se huguenote ao regressar à França. Deus, porém, o seguia como o pastor procura a ovelha desgarrada. Numa tenebrosa noite de grande tempestade, acorda com a queda de um raio sobre a casa. Queriolet salta do leito como uma fera, cerra os punhos e blasfema. Qualquer homem já se teria cansado de suportá-lo; mas Deus não se cansa e o segue. Em Loudun, uma pobre mulher desconhecida o detém e lhe diz: "Tu tens um voto a cumprir. Lembras-te dos que, naquele bosque na Alemanha, te queriam assassinar?" Queriolet treme como naquele dia, em que esteve nas mãos dos assassinos.
Mas, como o sabia aquela mulher, se ele a ninguém o comunicara? Teria Deus suscitado aquela mulher para a sua conversão? Deus ainda tinha compaixão dele para o chamar daquela maneira? Este pensamento venceu-o finalmente, e depois de alguns anos, Queriolet ressuscitava à graça para nunca mais cair, tornando-se a admiração do mundo inteiro por suas virtudes.
Não obstante nossos grandes pecados, não desesperemos; voltemos a Deus.
Êle nos espera.

Autor: ignorado
Fonte: http://www.saopiov.org/2012/09/tesouro-de-exemplos-parte-202.html#ixzz271huC0JI
Share on Google Plus

Sobre os comentários no site da Congregação Mariana da Anunciação - Santos - SP

Caso deseje comentar, utilize a caixa de comentários do Facebook, logo abaixo. Não serão permitidos comentários ofensivos ou contrários à fé católica. Salve Maria!
    Blogger Comment
    Facebook Comment